Comunicação

COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO DA CNBB APRESENTA AOS BISPOS O PROJETO RIIBRA

O padre Clovis Andrade, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social da CNBB, apresentou aos bispos do Conselho Permanente a Rede de Informática da Igreja no Brasil, RIIBRA.

O padre destacou os projetos da RIIBRA, como o Episcopo.Net, que é uma plataforma para os bispos do Brasil, da América Latina e Caribe para interação entre eles. Nesta plataforma haverá um correio eletrônico próprio, um disco virtual para armazenamento de dados e possibilidade da realização de videoconferências.

 

Pastoral da Comunicação (Pascom) A Pascom surgiu em resposta à urgente necessidade da Igreja em utilizar e evangelizar os meios de comunicação social. Sua pedra fundamental é a carta encíclica Miranda Prorsus (Os maravilhosos progressos), escrita pelo Papa Pio XII, em 1957. Essa é a pastoral específica dentro da Igreja, com orientações e documentos do Vaticano e do Pontifício Conselho para as Comunicações, que se ocupa dessa missão. Atualmente, em nível de CNBB, a Pascom se situa na Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura, Educação e Comunicação Social..
Os bispos do Brasil definiram a Pascom como a pastoral do ser/estar em comunhão/comunidade. É a pastoral da acolhida e da participação, das interrelações humanas, da organização solidária, do planejamento democrático, do uso dos recursos e instrumentos que facilitem o intercâmbio de informações e manifestações das pessoas no interior da comunidade e da sociedade.
A Pascom é chamada a ser "integradora" das demais pastorais. Nesse sentido, ela tem características próprias: a integração no interno da Igreja, entre as pessoas, e no externo, entre as pastorais. Ela não se sobrepõe às demais pastorais, mas trabalha a visibilidade interna, envolvendo todas e proporcionando-lhes o conhecimento da realidade; externamente, divulga as ações para a sociedade. Ainda, o trabalho dos meios de comunicação católicos não é só uma atividade complementar que se vem juntar às outras atividades da Igreja: a comunicação social tem, com efeito, um papel a desempenhar em todos os aspectos da missão da Igreja. Não é suficiente, também, ter um plano pastoral de comunicação, mas é necessário que a comunicação faça parte integrante de todos os planos pastorais, visto que a comunicação tem, de fato, um contributo a dar a qualquer outro apostolado, ministério ou programa.
Na Conferência de Aparecida, os bispos reconheceram que muito foi feito no campo das comunicações, mas que a Igreja da América Latina ainda está muito aquém do satisfatório: na evangelização, na catequese e, em geral, na pastoral, persistem também linguagens pouco significativas para a cultura atual e em particular para os jovens. [...] As mudanças culturais dificultam a transmissão da Fé por parte da família e da sociedade. Frente a isso, não se vê uma presença importante da Igreja na geração de cultura, de modo especial no mundo universitário e nos meios de comunicação social. Dessa forma, seguindo profundamente a evolução do pensamento da Igreja, expresso em seus documentos, não há dúvidas sobre o crescente interesse, incentivo e insistência para que não somente se desenvolva uma pastoral da comunicação, mas também se providencie formação adequada para o seu exercício.

Atribuições da Pastoral da Comunicação
  • Comunicação Interna: promover a pastoralidade orgânica, integrando as pastorais e movimentos em espírito de comunhão e fraternidade, tanto a nível arquidiocesano quanto paroquial;
  • Comunicação Externa: dar visibilidade às ações da Igreja nos meios de comunicação social disponíveis, produzindo cultura e promovendo os valores evangélicos;
  • Oferecer formação para o adequado uso e relacionamento com os meios de comunicação ao clero, religiosos e agentes das diversas pastorais e movimentos;
  • Acompanhar espiritualmente os profissionais católicos inseridos nos meios de comunicação e promover o diálogo e o respeito mútuo com aqueles que não compartilham nossa fé;
  • Auxiliar as pastorais da catequese e liturgia em seus trabalhos, oferecendo subsídios para o uso adequado dos meios de comunicação e das novas tecnologias em suas ações;
  • Zelar pela imagem da Igreja, oferecendo atendimento adequado à imprensa.
Contatos da Pascom Regional
PASTORAL DA COMUNICAÇÃO
Coordenadora: Daiane Bristot Frare E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Site: www.cnbbsul3.org.br Telefones: (51) 3225.8483/9173.1339

Outro grande projeto é a formação e capacitação de agentes nas dioceses, paróquias para as novas mídias.

“O grande desafio não é como usar as redes sociais, mas como estar nas redes sociais”, disse o padre Clovis, citando o integrante do Pontifício Conselho para as Comunicações, padre Antônio Spadaro.

“Outro projeto que trabalhamos é sobre a Catequese e Novas Mídias, na formação de catequistas com ensino a distância, auxiliado pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e catecismo interativo, por meio dos smartphones e tablets”, divulgou o padre Clovis.

A pedido do Pontifício Conselho para as Comunicações, a Comissão para a Comunicação da CNBB está também fazendo um mapeamento de conectividade do Brasil. “Queremos identificar a presença da Igreja na Rede; integrar e fortalecer iniciativas já existentes e desenvolver projetos de inclusão digital onde estão deficitárias”, explicou o assessor da CNBB.

Guiacatólico.com

Apresentando uma nova plataforma de busca de dados estatístico da Igreja católica no Brasil, o senhor Fábio Castro, da empresa de comunicação especializada no segmento católico, PromoCat Marketing Integrado, apresentou aos bispos o “Guia Católico”.

Segundo Fábio, o Guia Católico é a proposta de unificação, informatização e comunicação de dados da Igreja Católica no Brasil, que está sendo feito pelo Centro de Estatísticas Religiosas e Investigação Social (CERIS) em conjunto com a PromoCat.

O Portal GuiaCatólico.com, segundo informações em seu site, é o maior centro de buscas sobre a presença da Igreja no Brasil. Baseado nas informações do Censo Anual da Igreja Católica – Caic-BR, sua atualização é permanente. Este novo sistema, sob responsabilidade da Promocat, permite uma integração direta entre todos os membros cadastrados. Por meio do Portal de buscas, o usuário encontra todas as informações sobre a Igreja no Brasil, tanto da estrutura jurídica (dioceses, paróquias, institutos, etc.), como também das pessoas físicas (bispos, padres, religiosas, diáconos, etc.). Há também uma rede social e outras ferramentas para a expansão da comunicação entre as células católicas.

De acordo com Fábio, o Guia Católico também atinge os leigos engajados nos movimentos e pastorais da Igreja. As atividades estatísticas do CERIS também são administradas por este sistema, além disso, são fornecidos dados para pesquisas quantitativas e qualitativas de forma mais apurada e atenta a realidade de cada um dos 17 Regional da CNBB e suas dioceses.

 

______________________________________________

 

3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação - PASCOM

Estão abertas as inscrições para o 3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (Pascom), que será realizado em Aparecida (SP), de 19 a 22 de julho, com o tema “Identidade e Missão”.
De acordo com a assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social, irmã Élide Maria Fogolari, o encontro pretende ser um momento importante de reflexão, estudo e trocas de experiências para todos os que desejam comunicar Jesus Cristo a todos com a Comunicação.
“O papa João Paulo II recomendava e insistia em suas homilias, que ‘não basta utilizar a mídia para difundir a mensagem cristã e o magistério da Igreja, mas é preciso integrar a própria mensagem nesta nova cultura criada a partir da comunicação moderna’ (Redemptoris missio, 37). Esta é a motivação que dá sentido realizar mais um encontro da Pascom, em Aparecida, onde juntos, vamos planejar a comunicação a partir do contexto cultural em que nos situamos”, explicou a assessora da CNBB.
Os interessados poderão acessar o site da CNBB ou clicar aqui.
Mais informações no setor de Comunicação Social da CNBB pelo telefone: (61) 2103-8366.