Histórico

A Paróquia Nossa Senhora do Rosário foi criada em 15 de agosto de 1949, por decreto de D. Newton, bispo de Uruguaiana. O Pe. Pedro Stoelben, pároco de Tucunduva e os missionários da Consolata de Três de Maio atenderam a paróquia até o ano de 1952. Em 1968 assumem a paróquia os franciscanos. E o primeiro pároco foi o Pe. Frei Isidro Bottega.

 

imagem-nsrosario

Decreto de Criação

Dom José Newton de Almeida Batista
por mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica, Bispo Diocesano de São Miguel de Uruguaiana.


Aos que este Decreto vierem, Paz e Bênção do Senhor.
Fazemos saber que, tendo em vista o bem espiritual confiado a Nossa Pastoral solicitamos e nos conformamos com o que dispõem as Leis Eclesiásticas, no uso de Nossa Jurisdição Ordinária, havemos por bem separar, dividir e desmembrar perpetuamente das Paróquias de São Roque de Tucunduva e de Nossa Senhora da Conceição de Três de Maio, cujos Vigários ouvimos, além dos Consultores Diocesanos, o território abaixo descrito e, nele, pelo presente Decreto, erigimos e instituímos a nova Paróquia de nossa Senhora do Rosário de Horizontina, com os limites seguintes: partindo do estradão Três de Maio - Horizontina, pela linha que divide os lotes nº 105 e 106, seguem até a cabeceira do Lajeado Caneleira por este, abaixo, até encontrar o Lajeado Mato Queimado e, por este, até a sua desembocadura no Rio Buricá, descendo por este até encontrar o Rio Uruguai, o qual também descem até a barra do Lajeado Pratos, pelo qual sobem sua cabeceira e daí, pela linha dos lotes nº 01 e nº 131 até encontrar o Estradão acima referido no ponto de partida. Tendo em consideração as circunstâncias particulares da Diocese, de acordo com o Art. 453, 3º, declaramos amovível a nova Paróquia que terá como titular Nossa Senhora do Rosário, cuja festa se há de celebrar anualmente conforme as prescrições litúrgicas.paroquia-nsrosario-horizontina-rs
Erigimos em Matriz a atual Capela Nossa Senhora do Rosário de Horizontina, a qual ficará gozando de todas as prerrogativas, honras e distinções e por legítimos direitos ou costumes aprovados que são a todas as Igrejas Matrizes.
Deverá ter Sacrário, e rigorosamente apropriado, onde se conserva o Santíssimo Sacramento, iluminado de dia e de noite por uma lâmpada; deverá ter Batistério com Pia Batismal e o mais prescrito para a administração do sacramento do Batismo; possuirá Arquivo Paroquial “c.470” com todos os livros determinados pelas Leis da Igreja (vd. C.P. Brasil).
Mandamos a todos os fieis compreendidos nos limites da Paróquia, que pelo presente Decreto que criamos, reconheçam na pessoa do Sacerdote por nós nomeado para regê-la e administrá-la, assim como nas dos canonicamente o sucederem, seu legitimo pároco, e como tal o tratem. Este será lido em dia de Domingo ou Santo de Guarda, solenemente, na nova Matriz, bem como nas de Tucunduva e de Três de Maio transcrito Nos respectivos livros de Tombo e arquivado como de praxe.
Dado e passado em Horizontina aos 15 de agosto de 1949, festa da gloriosa Assunção da Santíssima Virgem Maria e 39º aniversário da criação do bispado. E, eu. Pe. Bruno Trasel, secretario do bispado o escrevi.

+ José Newton
Bispo Diocesano
Atual pároco é Pe. Frei Marco Antônio Warken, OFM e vigário paroquial é o Pe. Frei Leandro Defendi, OFM.

15 DE AGOSTO DE 2009
60 DE PARÓQUIA

 

Jubileu de Diamante Paróquia Nossa Senhora do Rosário

Diocese de Santo Ângelo 1949 – 2009
60 anos “Maria, Mãe da Paz e da Justiça”.

 

Apresentação

Nossa saudação de Paz e Bem a todos.

Este histórico é fruto de um trabalho realizado por uma comissão de pessoas leigas que o fizeram para contar a história da Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Uma historia de fé, de muito esforço e conquistas, mas acima de tudo da alegria de se viver em comunidade.
O ano de 2009 marca para nós da Paróquia momentos fortes de muita alegria. Vamos celebrar junto com o Frei Antônio Mariani seus 50 anos de sacerdócio, os 800 anos da Ordem Franciscana dos quais os franciscanos atuam em nosso meio a 40 anos levando sua mensagem de Paz e Justiça a todos os paroquianos.
Além dos 60 anos de nossa Paróquia que vamos contar neste livreto.Está história é feita de pessoas como todos nós. Contaremos os primeiros 60 anos de vida paroquial e que nossa Senhora do Rosário nossa protetora, derrame as mais ricas bênçãos sobre todos seus fiéis e continue a ajudar a todos nós nessa caminhada de fé e na difusão do Reino de Deus em nosso meio.
O início da colonização de Horizontina deu-se na região de Esquina Tunas, com a vinda de várias famílias católicas que formaram a Capela do Sagrado Coração de Jesus, onde o Sr. João Lazzari dirigia o culto dominical, cerimônias fúnebres, catequese, também havia ali o Grupo do Apostolado da Oração e a Congregação Mariana.
Em 15 de agosto de 1949, foi criada a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, desmembrada de Tucunduva e parte da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Três de Maio. Até então pertencíamos a Diocese de Uruguaiana, cujo Bispo era Dom José Newton de Almeida Batista e a Diocese era pobre em clero e não podendo enviar um Pároco para a recém criada Paróquia, a mesma ficou a cargo do Vigário de Tucunduva o Pe. Pedro Stolben, com a ajuda dos padres da Sagrada Família de Santo Ângelo, padres Palotinos de Santa Maria e padres da Consolata de Três de Maio.
O primeiro Padre a tomar posse da Paróquia de Horizontina foi o Rev.Pe. Basílio Jung, em 16 de março de 1952. Em 13 de março de 1955 assumiu a Paróquia de Horizontina o Rev.Pe. Addeum Aleixo Brodt, que com o verdadeiro espírito missionário se lançou a renovar a aquecer a fé em toda a Paróquia organizando o Apostolado da Oração, o Sagrado Coração de Jesus. A devoção a Mãe de Deus incentivando a reza do terço, a liturgia, o canto popular, a catequese...
No ano de 1957 chegaram em Horizontina as Irmãs da Consolata para tomar conta da Escola Pe. Antônio Vieira hoje Escola Cristo Rei.Em 31 de agosto de 1958 teve lugar a um fato inédito, onde foi realizada a primeira Missa Solene de Pe. Luciano(cego), irmão do padre Addeum que por provisão ficou aqui como Vigário cooperador.
Em 07 de janeiro de 1962, assumiu a Paróquia o Pe. Zeferino Zaltro, missionário da Consolata e Pe. Francisco Orsi. Em 26 de maio de 1963, assumiu como Vigário o Pe. José Wall, missionário da Consolata também. Seguiram dirigindo a Paróquia os seguintes padres como Párocos e Vigários cooperadores.O Pe. Eduardo Ruckaber em 1965, e Pe Leonardo Wastowski em 1967 substituindo o Pe. Leonardo assumiu o Pe. Mario Hoss.
Em 1968, assumiu a Paróquia o Frei Izidro Botega o primeiro Pároco Franciscano de Horizontina e como Vigário Cooperador o Frei Casemiro. Em 1969, Frei Ludovico Frölich, veio substituir o Frei Casemiro e Frei Benicio Warken substituiu o Frei Ludovico e ficou três anos nesta Paróquia, onde se destacou no trabalho com jovens. Frei Antônio Mariani assumiu o trabalho do Frei Benicio. Frei Izidro Botega ficou nove anos á frente da Paróquia, onde deixou marcas pelo seu trabalho e construção de novas capelas. Outro destaque também foi o Frei Bruno Goettens, Vigário cooperador em Assistência Social fundando a comunidade São José Operário e a capela São Francisco, ambas na cidade.
Em 1977 assumiu a Paróquia como Pároco Frei Antônio Mariani e João Sulzbach como Vigário cooperador. A meta inicial dos Freis Antônio e João foi reunir as lideranças da Paróquia para planejar a pastoral Paroquial e formar, reorganizar e dividir os seguintes setores: Catequese, liturgia, religiosos, saúde, social, jovens, comunidades eclesiais de base, legião de Maria. Movimento familiar cristão, comunicação, ministros da palavra e eucaristia, cursilho, organização e administração.
Em 28 de janeiro de 1978, assumiu a Paróquia os Freis Arno Heck e José Kerhwald, que continuaram o Plano de Trabalho de seu antecessor dando ênfase ao Setor Vocacional. Em novembro de 1978 voltou o Frei Ludovico Substituindo o Frei Arno. Cabe salientar que na década de 70 até praticamente toda década de 80 a Pastoral da Juventude teve seu auge com o surgimento de vários grupos de Jovens e com a realização de diversas Olimpíadas para a Juventude.
Em 12 de janeiro de 1980 assumiram a Paróquia os Freis José Kerhwald e Albano Bohn e em 2 de março do mesmo ano veio o Frei Renato Kerhwald onde ficou em nossa Paróquia por 19 anos onde se destacou pela sua bondade, humildade, visitando os idosos e doentes. Na época destes Freis, em 1982 deram inicio á construção da nova Igreja Matriz.
Em 1983, em janeiro foram reunidas as equipes de trabalho para planejar as atividades do ano. Em janeiro de 1984, Frei Roque Ruschel substituiu ao Frei Albano Bohn. Em 2 de fevereiro de 1987, chegaram á Horizontina os Freis Arthur Agostini e Frei Edemir Bianchini. Em 1988, Frei Ivo Kuhn tomou posse substituindo Frei Edemir. Frei Evaldo Teipel substituindo o Frei Artur. Em 1991, tomou posse Frei José Frey e foi criada a Paróquia de Dr. Mauricio Cardoso, sendo desmembrada da Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Em 1993 tomou posse o Frei Luis Branchier, onde em 1994, foi fundada a ESCCA (Equipe de Senhoras da Comunidade Católica). Em 26 de dezembro de 1998, Frei Luis foi substituído pelos Freis José Kerhwald (Frei Zeca) e Frei Pedro Kunkel. Em janeiro de 2002, com o afastamento de Frei José Kerhwald, tomou posse como vigário cooperador o Frei Arno Heck novamente.
No dia 25 de janeiro de 2003, assumiu a Paróquia o Frei Armando Mariani. Destacamos que em meados de 2003, foi implantada a Pastoral do Dizimo. Com a ajuda do missionário Gandhi vindo de São Paulo. Em 2004, veio ajudar na Paróquia Frei Antônio Mariani destacando-se no seu trabalho de visitas ás famílias. Em 4 de fevereiro de 2006, tomou posse como Vigário o Frei Marco Antônio Warken.
No dia 26 de janeiro de 2008 veio trabalhar em nossa Paróquia o Frei Sadi Rambo que veio substituir o Frei Armando Mariani.
Em nossa Paróquia atualmente existem os seguintes pastorais e serviços: Pastorais: catequese, liturgia, dízimo, criança, saúde, coroinhas, visitação, enfermo, ministros, coordenação administrativa, batismo, juventude, amigos de São Francisco, pastoral familiar. Pastoral de animação e cantos, CEB’s, Conselho pastoral paroquial e conselho pastoral comunidades.Serviços: Escca, cursilho, Emaús, RCC, cursos de batismo, encontro para noivos, Mãe peregrina, Legião de Maria.E a Fraternidade Ordem Franciscana Secular (OFS).
Nossa Paróquia tem três Freis Franciscanos que são: Frei Sadi Rambo como Pároco, Frei Marco Antônio Warken como Vigário e Frei Antônio Mariani como Vigário cooperador. Temos além dos Freis na casa paroquial duas secretárias: Dolores Correa (Paróquia) e Edirlene Neuberger (Comunidade Matriz) além de uma Cozinheira (Carla) e Serviços Gerais da Comunidade Matriz (Eva).
Nos 60 anos de caminhada nossa Paróquia nós privilegiou com 12 sacerdotes e 14 irmãs religiosas. Que deu de força para que eles possam realizar sempre um bom trabalho aonde quer que estejam realizando seus trabalhos.

 

 

Nome

 

 

Local de trabalho

 

Pe. Artur Bohnen SJ
Pe. Beno Knorst M.S.F (falecido)
Pe. Aloisio Bohnen SJ
Pe. Arlindo Kappaun – Secular
Pe Rosalino Dal’ Agnese – M. Consolata
Pe. Gilberto Darci Mattije – Palotino
Pe. João Inácio Mildner – Diocesano
Pe. Frei Leopold Frankowski – Franciscano
Pe. Frei Airton dos Santos – Capuchinho
Pe. Sérgio Weber - M. Consolata
Pe. Tarcísio Weber – M.S.F
Pe. Valnei Pedro Reghelin - Camboniano

Irmãs Religiosas
Irmã Lúcia Vosniak
Irmã Ivone Kappaun
Irmã Marta Maria Schuh
Irmã Maria Zeli Villette
Irmã Lúcia Bohnen
Irmã Assunta Dalle Mole
Irmã Rita Beatriz Röhsler
Irmã Maria Luíza Londero
Irmã Joselina Pattias
Irmã Ana Paula Foletto
Irmã José Rita Bortolin (falecida)
Irmã Maria Eclesia Weber
Irmã Pier Luíza Weber
Irmã Maria Didonet